Navegar navegar

NCavegar, navegar, ó minha cana vGerde
Mergulhar no teu corpo entre quatro parCedes
Dar-te um beijo e ficar, ir ao fundo e voltGar
Ó minha cana verde, navegar, navegCar (bis)

QuF#-em conquista sempre rBouba, quF#-em cobiça nunca dB7á
QuE-em oprime tiraniza, naufrB-aga mil vezF#es
Bonita, eu sei lE-á

Já vou de grilhões nos pA#és, já vou de algemas nas mC-ãos G#
De colares no pescC#-oço, perdido e achA#ado
Vendido em leilD#-ão D7
Eu fui a mercadoria lGá na praça de MocB7á
Quase àEs avGé-marias nos abismos do mar C

Já é tempo de partir, adeus morenas de Goa
Já é tempo de voltar, tenho saudades tuas
Meu amor de Lisboa
Antes que chegue a noite que vem do cabo do mundo
Tirar vidas à sorte do fraco e do forte
Do cimo e do fundo
Trago um jeito bailarino que, apesar de tudo, baila
No meu olhar peregrino, nos abismos do mar

Info

Música: Fausto
Letra: 

Tags

Este título tem elementos em falta: 
pauta 
áudio 
vídeo.
Se quiseres colaborar com o Vitamina C, envia email para [email protected]
Este título não tem áudio disponível.
O primeiro e mais completo cancioneiro de inspiração cristã.
A animar os jovens na Igreja
desde o início do milénio
Adquirir Cancioneiro
Entidade: 21800
Referência: 416 367 276
Esta transação aparecerá no seu extrato como "Online Payment Platform B.V.". Nesta modalidade, o valor mínimo de carregamento é 10€.
Vê mais formas de nos ajudar, aqui.
chevron-downmenu-circlecross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram