Eu não sou poeta

Quem me dGmera sabCmer fazer vFersos rA#imas
para um dGmia escrevCmer
que tGmu é a mulhDer que eu quero amGmar. G

Quem me dCmera fazer poesFia,
inspirA#ada na minha paixGmão,
inventCmar sofrimento, agonDia, um amor de PlatGmão. G
Quem me dera chamar-te de musa
em sonetos e coisas que tais
numa escrita solene e confusa
com palavras a mais.

GEu não sou poeta, nAmão, não sou poeta,
nDunca fui um grande sGofredor.
Eu não sou poeta, não, não sou poeta,
não te sei falar de amor.

Mas se eu fosse um poeta dotado
ou se, ao menos, julgasse que sim,
falaria com ar afectado, aprenderia latim.
Só faria canções eruditas
e, se as ditas, ninguém entendesse,
rematava com frases bonitas
p’ra o que desse e viesse.

Info

Música: Carlos Paião
Letra: 

Tags

Este título tem elementos em falta: 
pauta 
áudio 
Se quiseres colaborar com o Vitamina C, envia email para [email protected]
Este título não tem áudio disponível.
O primeiro e mais completo cancioneiro de inspiração cristã.
A animar os jovens na Igreja
desde o início do milénio
Adquirir Cancioneiro
Entidade: 21800
Referência: 416 367 276
Esta transação aparecerá no seu extrato como "Online Payment Platform B.V.". Nesta modalidade, o valor mínimo de carregamento é 10€.
Vê mais formas de nos ajudar, aqui.
chevron-downmenu-circlecross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram