Minha saudade

Os olhos trA-istes, já rasos de água e recordaçD-ões,
a Sé velhGinha onde rezava minhas oraçA-ões,
velhas tasquinhas, sei que um dia vou recordD-ar
neste meu cA-anto, que hoje cEanto quase a chorA-ar.A

A minha cD-apa que foi meu lGeito,
cama inventCada ondE-e me dA-eito,
esta cidD-ade trago no pGeito
e os amCigos no coraçC7ão.
Esta saudD-ade que já me embGala,
ouvir acCordes de uE-ma guitA-arra,
na melodD-ia, hoje calGada, de uma cançCão
.

Velhas paixões, desilusões de um sonhador,
as serenatas, trovas cantadas só por amor.

Adeus sebentas, das noites lentas que, sem passar,
deixam saudade da mocidade não mais voltar.

Info

Música: 
Letra: 

Tags

Este título tem elementos em falta: 
pauta 
áudio 
Se quiseres colaborar com o Vitamina C, envia email para [email protected]
Este título não tem áudio disponível.
O primeiro e mais completo cancioneiro de inspiração cristã.
A animar os jovens na Igreja
desde o início do milénio
Adquirir Cancioneiro
Entidade: 21800
Referência: 416 367 276
Esta transação aparecerá no seu extrato como "Online Payment Platform B.V.". Nesta modalidade, o valor mínimo de carregamento é 10€.
Vê mais formas de nos ajudar, aqui.
chevron-downmenu-circlecross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram